Digitaliza Negócios
marketing de relacionamento

O que é Marketing de Relacionamento e como aplicar em sua empresa hoje

Você já se sentiu muito bem atendido em uma loja mesmo quando não ia comprar nada nela? Fez várias perguntas e todos lhe respondiam super bem?

É bom se sentir assim, não é mesmo? Acolhido, como se estivesse em casa.

Fazer com que o cliente se sinta como um rei é uma das estratégias do Marketing de Relacionamento.

Muitas empresas não dão atenção a essa estratégia e acabam perdendo clientes ao invés de atrair.

Não sabem como mantê-los por perto ou não usam métodos para diferenciar sua abordagem na hora de falar com o cliente.

Um caso bem comum, e creio que muitos já passaram, foi ser mal atendido por algum funcionário de uma loja.

Este é um erro muito comum em vários lugares, mas poderia ser diferente se na empresa fosse aplicado o método do Marketing de Relacionamento.

Por isso, para que você possa aprender um pouco sobre este método, neste artigo, vamos falar sobre o que é Marketing de Relacionamento e como aplicá-lo em sua empresa.

Continue comigo e aproveite!

 

O que é Marketing de Relacionamento?

Primeiro, para saber o que é Marketing de Relacionamento, saiba que este método não serve somente para fidelizar, reter ou gerar lucro na empresa, mas sim, conquistar a confiança do cliente.

Para isso, a empresa precisa observar a concorrência e tudo o que acontece em torno do seu público-alvo. Pois, já que estão oferecendo o mesmo produto ou serviço, você precisa saber como se diferenciar dos demais.

Fazendo isso, sendo diferente, você conquista a confiança e ainda gera o “boca a boca”, que é uma das melhores estratégias de marketing que existe até hoje.

Isso acontece quando um cliente fala bem de sua empresa para outras pessoas e, assim, cria-se uma corrente de divulgação voluntária sobre a experiência que teve com sua marca.

Pesquisa realizada pela Officina Sophia Retail mostra que 70% das empresas que solucionam falhas tem mais chances de fidelizar os clientes e recebem indicações espontâneas do seu público.

Então, por que não fazer o mesmo e investir no Marketing de Relacionamento? Seu negócio só tem a ganhar!

 

Como fazer a aplicação do Marketing de Relacionamento?

A aplicação do Marketing de Relacionamento é realizada nos pequenos detalhes que compõem sua segmentação de mercado.

Para isso, você precisa ter uma persona. Saber os gostos e desejos dos seus clientes. Onde você consegue atraí-los mais.

É em um cafezinho de cortesia? É na simpatia dos funcionários? É no ambiente agradável de sua loja?

Você precisa perceber qual o ponto fraco de seus clientes para poder conquistá-los da melhor forma.

Quando começa uma nova amizade, logo de início você não sabe exatamente qual o gosto de seu amigo, o que dar de presente para ele no aniversário, por exemplo.

Porém, com o passar do tempo, você consegue conhecê-lo mais ao ponto de saber o que ele deseja sem precisar perguntar, pois a observação, os detalhes, a convivência mesmo vai te ajudando a perceber as entrelinhas e, assim, captar o gosto de seu amigo, certo?

Com o cliente é basicamente a mesma coisa, você precisa observar, escutar e entender o que seus consumidores desejam, qual a dor deles, o que necessitam ou acham que necessitam, para que, assim, você consiga oferecer antes mesmo dele pedir.

Esteja sempre presente, ofereça ajuda. Mesmo que ele já seja um cliente ou lead ainda, ofereça algo sem parecer que deseja algo em troca, pois seu objetivo final sempre é vender, mas não precisa demonstrar isso de cara para não assustá-lo.

Portanto, a criação de um relacionamento com o cliente requer paciência e dedicação para que o método do Marketing obtenha sucesso e você garanta mais clientes satisfeitos.

Assim, você será referência no mercado somente pela boa prestação de serviços e, não somente, pelos seus produtos.

 

5 Dicas para você começar a usar o Marketing de Relacionamento em seu negócio

1. Seja em um negócio físico ou virtual, você precisa estar disponível 24 horas

Você precisa deixar um canal de atendimento disponível para que o cliente saiba que você está ali para tirar dúvidas, ou qualquer outro tipo de conversa. Seja um número de telefone, WhatsApp, E-Mail, Chat, Página no Facebook ou Direct do Instagram.

Não importa onde seja, você precisa criar um canal para que o cliente possa entrar em contato com você sempre que for necessário.

Uma resposta rápida pode fazer toda a diferença para o seu negócio.

 

2. Mantenha contato com os clientes sem o interesse em vender

Para manter contato com os clientes, você precisa previamente, claro, pegar algum contato deles. Seja telefone ou e-mail.

Depois que foi feito isso, você vai manter um relacionamento da seguinte forma: mandando mensagem desejando parabéns pelo aniversário, enviando descontos, conteúdos relevantes como um e-book, brindes, webnar, entre outros.

Algumas dessas táticas são chamadas de iscas digitais, que são materiais que você pode produzir e fornecer para atrair seu lead e convertê-lo em cliente.

Para saber mais sobre o que são iscas digitais e como usar em seu negócio, leia neste artigo completo.

Portanto, usando esses métodos você estará sempre presente na memória de seus clientes ou leads. E nesses materiais que fornecer, nunca demonstre interesse em vender algo.

Seja discreto! Apenas mostre que você está ali e que lembrou dele de alguma forma. Verá a diferença que irá fazer!

 

3. Mantenha um relacionamento através das plataformas digitais

Para quem possui um negócio virtual, usar um site ou blog é ótimo para manter uma distribuição de conteúdos relevantes e atrair mais leads e convertê-los em clientes.

Você consegue atrair mais clientes para seu negócio e, se usar boas estratégias, pode até não gastar muito. Tire 2 a 3% de seu lucro para investir nestas plataformas digitais.

Quanto mais seu site ou blog subir no ranking do Google com conteúdos interessantes, mais o seu negócio será conhecido e o seu relacionamento com o público se manterá consolidado.

 

4. Foque nas necessidades dos seus clientes

Como eu disse anteriormente, você precisa cuidar de seus clientes. Cuidando dos seus clientes, você cuida da imagem de sua empresa.

Para isso, você precisa saber quais são as necessidades deles e atendê-las da melhor maneira possível.

Não deixe o cliente achar ou perceber que você está interessado apenas no dinheiro, mas sim, em solucionar os problemas e suprir o que se necessita.

Se preciso for, vá além! Não faça apenas o necessário. Pense mais longe e verá o resultado de um cliente satisfeito pelo serviço da sua empresa.

Mostre que você está disposto a ajudar mesmo antes do cliente pedir ajuda.

O famoso “boca a boca” que falei antes pode surgir a partir desta estratégia também.

Está tudo interligado. =D

 

5. Não desapareça ou trate o cliente com indiferença depois da venda

Essa questão de desaparecer está ligada aos contatos que você deve fazer depois que o cliente compra. Por isso, não deixe de usar ferramentas estratégicas, pois o cliente pode voltar a fazer negócio com sua empresa.

Então, mantenha-se perto para mantê-lo perto também!

E, após uma venda ou “compro isso depois”, não o trate com indiferença. Dessa forma, pocê pode repelir ao invés de atrair.

Demonstre cordialidade e compreensão. Possa ser que o cliente esteja na dúvida ou sem disponibilidade para comprar naquela hora.

Com isso, você pode oferecer formas de pagamento ou, se ele estiver na dúvida, use da persuasão, mostre porque o seu produto ou serviço seria o melhor para ele.

Com o seu tratamento diferenciado, o lead pode vir a ser um cliente fiel.

 

História para inspirar

Vou contar uma rápida história de como uma loja de fantasias me conquistou pelo produto diferenciado e pelo atendimento cordial.

Eu precisava de uma fantasia para ir a uma festa, porém, em todas as lojas em que passei, haviam muitas opções, mas o atendimento era bem vago e as fantasias eram bem desgastadas.

Até que me recomendaram uma. Ficava em um lugar bem escondido, porém, próximo ao Shopping da cidade.

Fui até lá e, logo de cara, percebi a diferença dos outros lugares que já tinha ido.

A pessoa que me atendeu era bem simpática, o lugar tinha ar-condicionado e água para os clientes, as fantasias eram bem cuidadas e não tinha tanta poeira como nos outros lugares.

Outro ponto forte foi eu estar bastante na dúvida de qual fantasia escolher. A atendente ao perceber isso, foi mostrando algumas opções que eu poderia vir a gostar.

A partir das peças que ela me mostrava e eu dizendo que gostei ou não gostei, ela foi trazendo outras diferentes que pudessem me agradar.

Até que me mostrou uma que gostei bastante. Tanto que não tirei a fantasia do corpo até a hora de ir embora. Pois queria observar se iria me sentir realmente confortável naquela roupa.

Outro ponto forte nisso, foi que eu passei muito tempo com a roupa e não me senti incomodada por fazer aquilo. A atendente não estava me colocando pressa para tirar a fantasia, pelo contrário, ela me deixou super confortável.

A conclusão da história é que eu recomendei a loja para todos – olha aí o marketing de “boca a boca” – e voltaria lá novamente somente pelo atendimento agradável que tive.

 

Agora que já sabe o que é Marketing de Relacionamento e como aplicá-lo em seu negócio, você terá mais sucesso em sua empresa.

Espero que tenha gostado deste artigo. Aproveitando que está aqui, que tal deixar sua avaliação? Não vale menos que 5 estrelas, hein rsrs

Ah! Comenta aqui embaixo se você já perdeu algum cliente, ou deixou de comprar algo por falta de estratégias de Marketing de Relacionamento. Eu sempre quero saber.

Até breve! =D

Avalie este artigo
[Total: 1 Média: 5]

Misia Karoline

Inserir comentário