Digitaliza Negócios
iscas digitais: anzóis puxando arrobas

Iscas digitais: Aprenda a fazer os melhores conteúdos para atrair mais leads

As iscas digitais fazem parte da etapa inicial do seu funil de vendas e representam um papel importante nas suas estratégias de Inbound Marketing. Existem vários tipos e merecem uma maior atenção, pois elas serão as responsáveis pela eficácia do seu planejamento de conteúdo. Entenda melhor neste artigo.

iscas digitais: peixes tentando comer iscas em anzóis

Você pode ter tráfegos incríveis em seu blog ou em sua conta no Instagram, mas isso não valerá nada se ninguém estiver sendo convertido.

Essa polêmica se dá por conta da grande quantidade de conteúdo que não gera leads. 

O marketing de conteúdo é uma das estratégias mais utilizadas hoje em dia, principalmente por conta da internet.

Contudo, nem todos têm gás para dar continuidade a essa jornada.

Por isso, apresentar bons materiais para o seu público pode ser a melhor maneira que você terá para gerar leads e fidelizar clientes.

Pois isso gera autoridade e confiança.

No entanto, você precisará de algumas estratégias, como as iscas digitais, por exemplo.

Isso vai tirar muito do seu precioso tempo, mas nem choramingue, pois os resultados podem ser surpreendentes.

Basta elaborar uma boa estratégia e ver como ela funcionará para o seu negócio.

Se você está se perguntando o que são iscas digitais, quais os seus benefícios, quais os tipos e como fazê-las, fique tranquilo porque eu vou explicar tudinho pra você.

Sendo assim, continua aqui, neste artigo.

 

O que são iscas digitais?

Pense que você está em uma lagoa, com inúmeros peixes de todos os tipos e tamanhos e uma vara de pescar.

São muitas oportunidades, não é?

Mas o que fazer para pegar o peixe certo, aquele gordo pra fazer uma moqueca?

Você levou as iscas, porém, há duas possibilidades: os peixes passarão direto por elas ou brigarão pela comida.

Seu objetivo, sem sombra de dúvidas, é a segunda opção, certo?

Bom, trazendo essa situação para a internet, pense que a internet é o lago, as pessoas são os peixes, seu objetivo do melhor peixe é a sua estratégia para gerar leads e as suas iscas são o conteúdo que você entregará para o público.

Portanto, iscas digitais são vários tipos de material que você pode produzir, através do marketing de conteúdo, com a finalidade de gerar mais leads e fidelizar clientes.

E o ponto inicial da estratégia de Inbound Marketing, é justamente a geração de conteúdo para fisgar os seus clientes em potencial.

Existe uma série de iscas digitais, como:

  • Ebooks
  • Infográficos
  • Webnário
  • Templates
  • Vídeos
  • Kits
  • Treinamentos

Vale ressaltar que as iscas vêm como uma forma de recompensa, por isso, todas elas devem ser gratuitas.

O fato de elas serem grátis faz com que pareça ser um presente ou uma troca.

Você deixa o seu contato e permite que eu te entregue conteúdos de qualidade que vão agregar em vários aspectos da sua vida.

Portanto, você precisa atrair oportunidades de negócio por meio dos seus canais online.

Essa é a etapa inicial do seu funil de vendas, a geração de conteúdo usando as iscas digitais.

 

Escolhendo e fazendo a melhor isca digital

Nem todas as iscas digitais funcionam da mesma forma, principalmente se forem feitas de qualquer jeito, sem as devidas preparações e preocupações.

Para saber qual a melhor isca para o seu negócio, você precisará montar sua estratégia e testá-la.

Por isso, você precisará fazer de tudo um pouco para descobrir qual terá um melhor desempenho.

Como você viu no tópico anterior, existem vários tipos de iscas digitais que podem ser usadas em seu funil.

São elas:

 

Ebooks

Os Ebooks são uma das recompensas mais usadas para esse tipo de estratégia.

É quase impossível entrar em um blog corporativo e não encontrar, pelo menos, um para ser baixado.

O grande diferencial dessa recompensa digital, é que você tem a oportunidade de mostrar para quem o lê que você sabe muito sobre aquele assunto e consegue se aprofundar com autoridade.

Isso gera confiança e credibilidade.

Diferente de um post no blog, por exemplo, no ebook você tem a liberdade de escrever mais, com mais tópicos e mais exemplos.

Além disso, falando em blog, você pode juntar posts que falem sobre um mesmo assunto e montar um ebook supercompleto.

É muito importante que o material do seu livro digital seja rico e supra as expectativas que você criou em torno dele.

Faça brainstorming, pesquisas, converse com pessoas que entendam sobre o assunto, até mesmo com os leads, para saber das dores e desejos de cada um, e anote todas as ideais.

Dessa forma, a montagem do seu ebook ficará mais fácil, além de evitar bagunças.

Outro ponto importante está relacionado à aparência da recompensa.

Considere adicionar imagens, figuras, gráficos e infográficos. Isso dará mais vida ao conteúdo.

Além disso, você precisa pensar é um design responsivo para o seu ebook. Algo que reflita a imagem da sua empresa, para que o leitor possa criar uma identificação.

Use suas cores, harmonize os elementos, deixe espaços para descanso na leitura e pense em formas que facilitem o entendimento visual.

 

Infográficos

Esse tipo de conteúdo faz sucesso por conta da sua dinâmica. O uso de texto e imagens facilitam a compreensão do assunto.

As informações presentes em um infográfico são mais fáceis de serem consumidas.

E quanto mais atrativo for, mais compartilhado ele será. Por isso, uma das caraterísticas dos infográficos é sua facilidade em viralizar.

Além disso, eles podem aumentar o tráfego do seu blog em até 12%.

Felizmente, hoje em dia, para criar um infográfico não é preciso ser o mestre em design, pois existem ferramentas que fazem isso e de forma gratuita.

No entanto, ao falarmos de conteúdo, é válido lembrar que você precisará se dedicar mais um pouco para entregar um bom infográfico, recheado de informações que sejam interessantes para o seu público-alvo.

Para isso, você vai precisar estabelecer alguns objetivos, como:

  • Quem eu quero alcançar (público-alvo)?
  • Quais dúvidas o meu conteúdo poderá tirar?
  • Onde ele será veiculado?

Essas são as perguntas básicas do seu esboço para a criação do infográfico.

Após ter todos os dados necessários para a montagem, mãos à obra!

Em seguida, revise tudo e faça testes.

Veja se a leitura e o design estão agradáveis aos olhos e se as informações são válidas.

Além disso, confira se o infográfico possui um bom desempenho em dispositivos diferentes.

 

Webnário

Webnário – ou webnar – é um seminário online sobre um tema específico. Geralmente, é gravado ao vivo e com participação do público.

Seu diferencial está na forma menos ‘trabalhosa’ de ser feito e pela facilidade em conversar com a audiência.

Você não precisa ter equipamentos de última geração ou um superestúdio. Basta ter um computador e domínio sobre o que será dito.

YouTube Live, GoToWebnar, WebnarJam e até mesmo o Instagram são algumas das ferramentas mais usadas para fazer este tipo de conteúdo.

Fazer um webnário é um ótimo meio para gerar leads, pois lá você pode sanar dúvidas, conversar com o seu público-alvo e fazer propaganda dos seus produtos e serviços.

Além do mais, é um conteúdo que pode ser reaproveitado, podendo ser transformado em posts para blog, podcasts, vídeos mais curtos, ebooks e infográficos.

Esse será o seu momento de mostrar que você sabe muito sobre um assunto.

E você não precisa ficar falando sozinho durante tanto tempo, não é mesmo?

Convide pessoas que podem te ajudar a se aprofundar no tema e peça pela participação do público através de perguntas.

Portanto, planeje o seu webnário e gere bons conteúdos que vão atrair inúmeros leads para o seu negócio.

 

Treinamentos

Em qual área você é expert a ponto de dar uma aula sobre?

Pense nisso e elabore treinamentos para gerar leads e mais tráfego para o seu site.

Esse é o tipo de conteúdo que gera bastante autoridade.

E sabemos que com mais autoridade, maiores são as chances de você vender seus produtos e serviços.

Na sua estratégia para criação de um curso online, planeje como tudo irá funcionar, desde o tempo gasto até onde será feita a divulgação.

Portanto, pense nas dúvidas e nas dificuldades que o seu público-alvo tem em relação ao seu segmento e elabore tópicos para montar suas aulas.

A partir disso, veja qual a forma mais dinâmica para explicar todo o conteúdo.

 

Escolha as melhores iscas digitais para sua estratégia

Esses foram os principais tipos de iscas digitais usadas por grandes nomes do Marketing Digital.

Agora é só escolher qual a melhor se encaixaria nas suas estratégias e colocar a mão na massa.

No entanto, você precisa lembrar de  entregar bons conteúdos, ou você só estará perdendo tempo e investimentos.

Me diz aqui nos comentários o que você achou do conteúdo e se você já possui iscas digitais. Como você as planejou? Deu certo?

Vamos bater um papo, tá bem?

Muito obrigado e até qualquer hora.

 

Avalie este artigo
[Total: 1 Média: 5]

Tiago Mascarenhas

Estudante de Jornalismo, redator e apaixonado pela cultura Pop.

Inserir comentário